Em Destaque

setembro 20th, 2017

Olhar Cinéfilo — Na Natureza Selvagem

More articles by »
Written by: Flávio Junio
Tags:,
images-1

Baseado na obra homônima de Jon Krakauer, Na Natureza Selvagem, dirigido por Sean Penn, centra-se nas viagens, iniciadas em 1992, de Christopher McCandless (Emile Hirsch), um jovem recém formado que partiu da Costa Leste dos Estados Unidos até o Alasca — onde adentrou-se sozinho na região desabitada de Mckinley.

Após concluir a faculdade, o protagonista entrega-se a um processo de renúncias — doando todo o seu dinheiro a uma instituição de caridade, além de abandonar o carro e a maioria de seus pertences. Em busca de uma  nova vida, levando apenas o necessário para sobreviver e com outra identidade, ele perambula pela América do Norte atrás de experiências que sejam no mínimo transformadoras. 

Ao me deparar com a história de McCandless, tentei compreendê-lo — guiado por um interesse obsessivo, e, inevitavelmente, passei a refletir sobre outros temas mais amplos — o que me trouxe uma visão muito diferente da imposta a nós pela sociedade no que diz respeito a grupos familiares, carreira, comportamentos, etc. 

Christopher McCandless era um jovem intenso e possuía traços de um idealismo obstinado que não são muito comuns na existência moderna. Sua história inusitada tocou-me de tal forma que torna imposssível um relato desapaixonado de seu desfecho. 

A postura do protagonista diante da vida pode dividir opiniões entre os espectadores. Corajoso e nobre em seus ideais — alguns podem dizer. Um narcisista estúpido, outros vão assim depreciá-lo. Enfim, no final das contas, recomendo essa produção com a certeza que cada um será seu próprio crítico na apreciação dessa fascinante aventura.    

Lucas Fabricio Campos é comerciante em Contagem — MG. 





0 Comments


Be the first to comment!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *